10 de ago de 2010

Work da bellydancer Michele Trentin (Rakaça - Caxias do sul)

Este work foi pensado com muito carinho, tanto nas bailarinas que irão participar quanto em nossa querida teacher: Michele Trentin não só é um exemplo de bailarina, de coreógrafa, de professora: é uma pessoa de muita classe. Sabe aquela moça que a gente vê quando é pequenininha e diz que quando crescer quer ser igual? É ela, pode ter certeza. Uma pessoa linda, simpática, alto astral, mulherão e moleca ao mesmo tempo! 
A Michele foi uma das primeiras bailarinas gaúchas a desbravar o oriente nesta profissão. Ela tem muita experiência, já viajou diversas vezes e sempre foi vista com muito respeito e admiração. Ela busca a verdade como nós, a dança que é intrínseca ao povo, genuína, sem devaneios circenses frutos de uma avalanche mercadológica e competitiva.
Não é possível compará-la com a maioria que hoje em dia faz carreira internacional, sem preparo e sem respeito pela cultura que divulga. A Mi foi, mas volta sempre a mesma, tratando todos com o maior carinho, com uma dança madura e estilo próprio, dançando o báladi como ele merece. Por que estilo não quer dizer ficar rodopiando a cabeça à la doidée.

Neste trabalho, trago a Michele a você como retribuição ao work que fiz este ano na Rakaça, sua escola, onde fui bem recebida demais. Também dando continuidade a esse intercâmbio, que tem como intenção trazer grandes bailarinas à cada cidade, por um valor mais acessível do que o valor comum, para compartilhar mais conhecimento com o máximo de pessoas. Ela vai falar sobre a dança Khaleege, que para nós ainda é um ponto de interrogação. Poderemos apreciar melhor esta dança conhecendo mais seu significado folclórico! A dança Beduína é muito legal e o Saidi, uma delícia.
Por isso, venha prestigiar e conhecer a pessoa maravilhosa que é a Mi, aprendendo sobre a dança através de uma  fonte confiável e autêntica.

Se você é bailarina profissional, tem alunas dispostas a fazer alguns dos cursos, mora no sul ou em SC e tem algum conteúdo bacana pra compartilhar, se quer viajar também e pode facilitar os valores, fale com a gente. O Intercâbio quer ajudar a divulgar e movimentar os bons trabalhos que temos aqui no estado! A divulgação é gratuita e a única coisa que pedimos é: participe sempre que puder para manter fortalecida esta corrente de possibilidades! A união faz a força! A flexibilidade também! Beijos!!!
Email: intercambiodanca@gmail.com. 

slide